Cores de Além Tejo



Depois de alguns dias de descanço, o regresso, com baterias recarregadas e apesar das dores no corpo de tanta limpeza do terreno ( estava cheio de ervas e feno algumas arvores mal se viam), valeu bem o esforço (vale sempre a pena).

A Violeta quase sempre se negou ás nossas caminhadas, por causa do calor e nem mesmo um cantil cheio de água nem as molhadelas para refrescar a impediam de se deitar á sombra de uma oliveira, qual canito alentejano :D

Sexta
ida a Estremoz para visitar a FIAP e onde pude ver ao vivo a maravilha que é o Bordado de Castelo Branco e que mal conhecia.
Escusado será dizer que fiquei completamente rendida ao design á qualidade e perfeição deste trabalho, faz parte da tradição Albicastrense de todas as noivas levarem no seu enchoval uma colcha com bordado da terra.
Tenho a certeza que esta será uma área a investigar, toda a informação é pouca quando se está interessado num tema seja ele qual for.
Isto merece uma visita a Castelo Branco e já :D


Sábado
á noite vinda a Lisboa para um concerto mágnifico e único Kings of Convinience

Robert Mahar

2 comentários:

Anónimo disse...

Que dias bem passados! Beijinhos Yara

F. disse...

Há um museu em Castelo Branco sobre os bordados. Além das peças expostas, há uma sala onde estão senhoras a bordar - podemos observar enquanto trabalham e fazer as perguntas que quisermos. ;)